earSafe

Dor no ouvido durante o mergulho? NUNCA!

Lesões nos ouvidos, é uma das doenças mais comuns associadas ao mergulho. As diferenças de pressão entre a orelha externa e média e para o ambiente pode causar uma sensação de compressão dolorosa comumente conhecido como “ear squeeze”. Isso não só diminuirá seu tempo de mergulho, como, pode causar problemas mais graves, como perda auditiva, tontura, zumbido nos ouvidos e outros ferimentos relacionados com a pressão.

Cuidados com a orelha e ações preventivas:

Há várias medidas preventivas que os mergulhadores podem tomar para garantir que o ouvido fique seguro e saudável durante o mergulho.

Usar produtos comerciais destinados a remoção da água do canal auditivo, ou uma mistura de vinagre branco e metade de álcool esfregando após uma operação de mergulho pode ajudar assim como suavemente limpar e secar o canal auditivo. Isso também pode ajudar a prevenir problemas com a orelha em atletas de natação.

Respire ar fresco e limpo antes de descer. A trompa de Eustáquio liga o tímpano à garganta, e, finalmente, o sistema respiratório, evitando substâncias irritantes, como fumaça de barco e fumaça de cigarro poderá ajudar o mergulhador a evitar a inflamação e dor.

Beba muita água, isso ajudará a manter o muco leve e fino, de modo a não se aglutinar e bloquear a trompa de Eustáquio.

Recomenda-se evitar os produtos lácteos, pelo menos por dois dias antes de um mergulho, uma vez que pode contribuir para muco espesso (claro que dependerá de toda a condição física e de organismo para organismo).

Não mergulhe com vias orais congestionadas ou resfriado. Principalmente quando já existe um acúmulo de líquido na garganta e tímpanos.

Congestionamento provoca uma diminuição dos canais, o que torna mais difícil para forçar o ar (Manobra) e equalizar a pressão.

Uma alternativa é usar uma solução para lavagem nasal ou oral, também é possível utilizar descongestionante para ajudar a diluir o revestimento mucoso e expulsar os irritantes mucos que podem bloquear as vias nasais.

Verifique com seu médico antes de tomar qualquer medicamento, principalmente sem receita médica, antes de usar a medicação durante o mergulho.

Dor de ouvido durante o mergulho:

Se mergulhadores sentirem dor de ouvido durante, ou após um mergulho, existem algumas medidas de segurança que podem utilizar.

O método mais comum de aliviar a pressão na orelha durante o mergulho é parar de descer (ou até mesmo subir alguns metros), e, em seguida, fechar a boca, apertar o nariz e suavemente soprar ar para dentro da boca e do nariz. Isto ajuda a aliviar a pressão acumulada nos ouvidos. Não faça isso de forma muito forte, pois isso pode causar danos auditivos temporários ou até permanentes.

Às vezes, é melhor deixar a pressão ocorrer um pouco antes de tentar igualar, mas não ao ponto em que a dor é sentida.

Forçar o ar muitas vezes pode machucar o tímpano e danificar a trompa de Eustáquio, causando dor, bem como tornando-se ainda mais difícil de igualar a pressão à cada mergulho. A regra geral é igualar a cada cinco metros de profundidade de água.

Ficar na posição de pé durante o mergulho é uma outra técnica de segurança do ouvido que pode ser útil para mergulhadores. Quando mergulhar de cabeça para baixo, a gravidade puxa naturalmente todo o líquido para dentro da cabeça onde se acumula nos tubos e Eustáquio. Se um mergulhador desce na posição em pé, em primeiro lugar, o fluido é puxado para os pés e para longe da cabeça.

Outro método para tentar ajustar a pressão quando equalizar seus ouvidos se torna difícil é, inclinar a cabeça para o lado. A ação de inclinação pode ajudar a esticar os tubos e permitir-lhes abrir: você também pode tentar engolir saliva.

Finalmente, se os ouvidos não podem ser equalizados, os mergulhadores devem subir para a superfície antes que ocorra um dano permanente.

Nada pode arruinar um bom dia de mergulho mais rápido do que problemas de ouvido. Seguindo alguns passos simples de prevenção, e implementar uma rotina de equalização você não terá problemas.

Fonte: SDI/TDI/ERDI

Comments